Saiba como fazer uma cópia para chave do carro

Hoje em dia, precisar de uma cópia para chave do carro pode significar uma dor de cabeça para o proprietário. Nas últimas décadas, visando dificultar a ação dos ladrões de carros e dar mais comodidade para os usuários, os fabricantes têm investido cada vez mais em novas tecnologias que diferenciam e personalizam tal item.

Isso tem um custo e, dependendo do modelo do veículo, pode ser bastante demorado ao precisar solicitar a uma concessionária uma chave nova. Por isso, muitos proprietários acabam recorrendo aos chaveiros automotivos, principalmente os especializados em codificação de chaves, fazendo com que este mercado esteja em alta.

Cópia da chave feita por um chaveiro

A maioria dos modelos de carros no mercado utilizam chaves comuns ou codificadas. Nesses casos, suas cópias podem ser feitas diretamente em chaveiros. Os veículos mais antigos possuem sistemas mecânicos que usam apenas o reconhecimento dos dentes e frisos de uma chave comum. Atualmente, nenhum carro mais sai de fábrica com esse sistema.

Uma cópia desse modelo pode ser feita com uma máquina de reprodução. Por meio da chave reserva, os dentes são copiados e impressos em uma chave virgem. No caso da perda da reserva, a cópia pode ser feita a partir do reconhecimento do segredo no cilindro, retirado da porta do carro, para que se possa confeccionar uma chave que funcione nele.

Chaveiros automotivos especializados

Já para as chaves codificadas, que desde a década de 90 têm se tornado regra nos automóveis, o serviço pode ser feito por um chaveiro automotivo especializado. Ele utilizará aparelhos para ler os códigos e as senhas do veículo e um computador com um sistema autorizado pela montadora para codificar as novas chaves.

Isso é necessário, pois a chave está equipada com um transponder, um chip que se conecta a uma antena alocada junto a um imobilizador do motor. Quando o chip é reconhecido, o sistema desativa o imobilizador, possibilitando a ignição e o funcionamento do automóvel. Portanto, para fazer uma nova chave que funcione, é preciso conhecer o código que o veículo aceita.

A cópia pode ser feita, também, pela concessionária do veículo. O problema é que buscar uma concessionária pode ser algo demorado e com custo elevado. Por isso, muitos proprietários preferem contatar seu chaveiro de confiança.

Cópia para chaves canivetes

A “canivete” é uma chave comum, ligada a um controle remoto de travamento das portas e pode possuir um transponder ou não. Sua característica mais marcante é que a chave comum fica escondida no controle remoto e aparece apenas quando é acionado um botão, deixando-a mais elegante.

A cópia desse tipo de chave pode ser feita de duas maneiras, a depender de sua tecnologia. Ou seja, se não houver uma codificação, o que é raro, pode ser feita apenas com uma máquina de reprodução de chaves. Se houver, no entanto, será necessário o procedimento para uma do tipo codificada.

Nova tecnologia de chave presencial

Também conhecido como Keyless, a chave presencial é um dispositivo em posse do condutor que se comunica com sensores no veículo, destravando as portas e desbloqueando a partida do motor, que é feita por um botão ou alavanca dentro do carro.

Como o sistema Keyless ainda é uma novidade, sua codificação é mais complexa e está presente somente em alguns modelos automotivos mais modernos. Além disso,  o custo de uma cópia é elevado, podendo com facilidade ultrapassar a casa dos milhares de reais. Por esse motivo, também, os dispositivos de alguns modelos só podem ser reproduzidos pelas fabricantes.

Mas já há chaveiros especializados autorizados a mexerem com alguns sistemas e isso tende a ser mais comum com a popularização da tecnologia. Basicamente, o profissional usará um software fornecido pela montadora para quebrar o código dos sensores do carro e reprogramá-los conforme o novo dispositivo fornecido.

Fazer a cópia para chave do carro na concessionária ou em um chaveiro automotivo especializado?

Não é incomum que o proprietário de veículos dê preferência ao serviço de boas oficinas tradicionais no lugar das concessionárias, que muitas vezes são escolhidas em função da obrigatoriedade ou na falta de alternativas confiáveis.

Principalmente quando o serviço envolve itens considerados acessórios, como alarmes, vidros, rodas e fechaduras, poucos fazem questão dos serviços autorizados que, como já dissemos, são consideravelmente mais caros.

Obviamente essa opção é considerada se for possível contar com um serviço de qualidade. E, novamente, a qualificação profissional é um fator determinante na hora da escolha por parte do cliente.

 

Se você deseja contratar um chaveiro 24 horas nova iguaçu, é só clicar no link e ver todos os serviços prestados.

By | 2017-12-22T17:30:19+00:00 novembro 21st, 2017|Autos, Blog|