Conheça os 2 tipos de transponder

Um dos objetos mais antigos inventados pelo homem e que passa por constantes evoluções até os dias de hoje é a chave. Ela é uma das principais ferramentas quando o assunto é segurança, por isso, as montadoras têm investido cada vez mais nas tecnologias que aumentam sua eficácia na proteção dos veículos.

Os carros e motos mais modernos já contam com as chaves com transponder como parte de seus sistemas antifurto. Elas impedem que o veículo seja colocado em funcionamento ou abra suas portas a menos que se use a chave corretamente programada.

Continue lendo este post para saber mais como funciona essa tecnologia e quais os tipos de transponder existentes no mercado.

Saiba como funciona o transponder

Transponder é a junção de dois termos em inglês: transmitter e responder. Ou seja, basicamente ele é composto de um componente que emite sinais de radiofrequência até outro componente que os recebe.

Se esse sinal for alterado por um agente externo no meio do caminho, o componente receptor acusa e executa uma ação, que pode ser o disparo de um alarme, corte ou bloqueio do funcionamento do veículo etc.

Essa tecnologia é utilizada em diversos dispositivos, principalmente os ligados à segurança, como radares, sensores antifurto de lojas e nas chaves automotivas modernas, como já comentamos.

Entenda o funcionamento do transponder nas chaves automotivas

Para que uma chave comum funcione basta que sua combinação física coincida com a combinação da fechadura ou ignição, o que a torna, de certa forma, mais suscetível. Nas chaves com transponder, a combinação se dá de maneira eletrônica, o que praticamente impossibilita o acesso ou funcionamento do motor sem a chave correta.

Nos veículos que possuem chave com transponder o componente emissor gera códigos encriptados que mudam em intervalos de tempo predeterminados, de maneira semelhante aos geradores de código de segurança para contas bancárias. Desse modo, apenas a chave corretamente programada poderá funcionar no veículo.

Alguns sistemas ainda contam com um dispositivo de segurança adicional, baseado em um resistor com valor de resistência predefinido. Nesses casos, a chave só funciona se a resistência da chave for a mesma do sistema antifurto.

Conheça os 2 tipos de transponder

Existem no mercado dois tipos diferentes de transponder. Vamos entender melhor como eles funcionam.

1. Transponder programável

Esse tipo de transponder possui um código previamente configurado. Para pareá-lo com um veículo, é preciso programar esse mesmo código em seu computador de bordo. O procedimento pode ser feito por meio de uma ferramenta de diagnóstico “on board”.

2. Transponder clonável

O transponder clonável não possui nenhum código gravado em sua memória. Por isso, ele pode ser usado para se fazer uma cópia de uma chave original. Ele também é conhecido como transponder de leitura e escrita.

Os transponders de utilização automotiva costumam operar em baixas frequências, entre 125kHz e 134kHz. Isso porque os veículos criam ambiente com muito ruído, fazendo com que essa faixa de frequência seja a ideal para o funcionamento adequado do transponder.

Se você deseja contratar um chaveiro 24 horas nova iguaçu, é só clicar no link e ver todos os serviços prestados.

By | 2017-12-22T17:32:54+00:00 novembro 15th, 2017|Autos, Blog|